Um cometa pode ter impactado a Terra cerca de 10 milhões de anos após a extinção dos dinossauros

comet

Cerca de dez milhões de anos após  a famosa extinção dos dinossauros, um pequeno cometa pode ter impactado a Terra, ocasionando o denominado máximo térmico do Paleoceno-Eoceno (PETM), quando as temperaturas globais aumentaram  de 5 a 8 graus de temperatura, causando migrações de espécies  em massa.

Esta nova descoberta baseia-se em evidencias encontradas na região de New Jersey – USA,  em camadas  sedimentares associados ao inicio  da PETM, são esférulas escuras, vitrificadas, típicas de fusão por alto calor devido a impactos de objetos vindo do espaço.

Embora, o possível impacto não tenha causado danos comparáveis a extinção global  de espécies, é um indicador de como impactos menores poderiam afetar ecossistemas locais, disparando efeitos cascata. É uma descoberta instigante e ainda contestável, pois datações mais precisas das esférulas são esperadas para confirmação final de que de fato pertenceriam ao início da era PETM.

Essa descoberta foi apresentada no encontro anual da Sociedade Americana de Geologia, dia 27 de setembro de 2016. Mais informações podem ser encontradas no link.

Edição: Marcelo De Cicco

Comentários

Comentários

Powered by Facebook Comments

Qual sua opinião sobre este post? Deixe seu comentário.