Superbólido registrado na Russia

Um “superbólido” foi registrado na região central da Russia em 21 de junho de 2018 às 1:15 UTC(visto nas cidades de Kursk, Lipetsk, Voronezh, Orel) região sul de Moscou, próximo à divisa com a Ucrânia, e publicado por Roman Tkachenko, astrônomo amador russo.

Moradores de várias regiões da Rússia Central ficaram assustados com uma forte explosão, seguida por uma onda de choque. Segundo testemunhas oculares, paredes e janelas tremeram nas casas.

Este vídeo enviado por Alexander Dundim numa autoestrada  na saída da aldeia Gorshechnoe, região de Kurskregistrou registrou quase integralmente a trajetória. O meteoro é impresso quase desde o início da fase brilhante. A duração da fase brilhante foi de cerca de 4,1 segundos. 

O vídeo abaixo mostra a desintegração do meteoro na atmosfera, como visto pelo satélite Meteosat 9.

Neste outro vídeo, é possível ver a dispersão na região Lipetsk através de um satélite meteorológico.

Neste vídeo é possível ver a trilha de condensação quase no zênite.

Leia também: SUPERBÓLIDO NO RIO DE JANEIRO

O escritório do Tratado de Proibição Completa de Testes Nucleares (CTBT) divulgou imagem com os dados registrados por estações de infrassom nas cidades de Dubna na Russia, na Alemanha, Tunisia e Ilha de Açores de Portugal, com a localização do superbólido. Outras 7 estações de infrassom estão em análise.

De acordo com o monitoramento de fireballs da NASA JPL, o superbólido gerou 2,8 kilotons de energia. Na imagem a seguir as coordenadas do local de entrada do meteoro às 01:16:20 hora UTC.

Ainda não há relatos registrados na ferramenta Relate um Meteoro

Atualização 26 de junho às 09:26

Alexei Borodin fotografou o momento da queda do meteorito de Lipetsk! Fotos tiradas na região de Orel.

nnJ4cwVrV_0
z2zXCtc7d1Q
xRCilKVRZDA

Membros da expedição dos meteoritos da Universidade Federal Ural encontrou nos campos da região de Lipetsk, o primeiro fragmento de Ural de tamanho de 3 cm encontrado no dia anterior, e esta tarde, foram capturados por mais dois. Novas cópias são maiores que as antigas. “Segundo o líder científico da expedição, o professor UrFU Victor Grokhovsky, mais perto da noite terá um quadro mais completo da classificação e busca de fragmentos. Em Ecaterimburgo, junto com as amostras, os cientistas retornarão no final da semana”, diz o relatório. As pesquisas são realizadas perto de Yelets.

Meteorito do evento de superbólido na Russia

Os cientistas acreditam que houve uma chuva de meteoros. O evento no céu da região de Chernozem foi notado em 21 de junho às 04:16 horário de Moscou. O meteoro fez uma trajetória muito íngreme e incomum – 79 graus, a velocidade ao entrar na atmosfera 14 km/s, o flash está fixada a uma altura de 27 km, por conseguinte, visto mesmo em Moscou. O lugar possível da queda foi calculado por Nikolai Kruglikov, Mikhail Larionov junto com colegas da Universidade de Helsinque. Lipetsk que encontraram um meteorito pedregoso, e mais propriedades serão estudadas em nosso laboratório após o envio fragmentos”, – disse Victor Grokhovsky.

Fontes: Canal TV 360 e Eanews

Comentários

Comentários

Powered by Facebook Comments

Gostou deste post? Ficaremos felizes com seu comentário