Nações Unidas proclamam 30 de junho como Dia Internacional do Asteróide

Os fundadores do Dia do Asteróide anunciaram hoje que a Assembleia Geral das Nações Unidas acaba de reconhecer oficialmente o Dia do Asteróide, declarando que “a partir de agora cada 30 de junho se celebrará esse evento a nível internacional para conscientizar a população sobre o risco de impacto destes objetos no aniversário da queda ocorrida em Tunguska (Sibéria, Rússia) em 30 de junho de 1908.

O informe completo da Assembleia Geral pode ser lido neste link:

“Estamos bastante orgulhosos do reconhecimento das Nações Unidas pois precisamente criamos o Dia do Asteróide para aumentar a consciência coletiva sobre o risco que representa os asteróides e a oportunidade que surge de unir todos os seres humanos ao redor de um mesmo objetivo: proteger nosso planeta do risco de impacto dos asteroides”, declararam os co-fundadores Dr. Brian May, Danica Remy, Grig Richters e Rusty Schweickart. “Os impactos de asteróides são os únicos desastres naturais que sabemos como prevenir se, como tripulantes de nossa nave espacial Terra, trabalharmos juntos para encontrar uma solução global”.

Sobre o Dia do Asteróide

O Dia do Asteróide é um movimento em escala global criado com a finalidade de aumentar o interesse público acerca de potenciais colisões com asteróides e fomentar o desenvolvimento de meios para proteger nosso planeta. Foi criado em 2014, pelo Dr. Brian May, astrofísico e guitarrista da banda de rock Queen; Danica Remy, oficial chefe de operações da Fundação B612, Rusty Schweickart, astronauta das missões Apolo e o cineasta alemão Grig Richters. O Dia do Asteróide se celebra a cada 30 de junho para recordar o maior impacto de um asteróide em nossa história contemporânea: ocorrido em Tunguska em 1908 e que devastou cerca de 2.000 km2 de vegetação taiga siberiana, equivalente ao tamanho de qualquer cidade metropolitana.

CONTATOS PARA AS MÍDIAS: 

COORDENADORES REGIONAIS NO BRASIL:                                    

 

Comentários

Comentários

Powered by Facebook Comments

Agora você! Deixe um comentário sobre este post.

%d blogueiros gostam disto: