Seminário Exoss na Univap – Universidade Vale do Paraiba

Evento para a comunidade acadêmica do campus apresentou a parceria entre ambas instituições na pesquisa de meteoros

No dia 22 de Março, alguns dos associados Exoss se reuniram na Universidade Vale do Paraíba – UNIVAP em São José dos Campos para o seminário do programa de Doutorado e Mestrado em Física e Astronomia realizado no campus Urbanova.

Da esquerda para direita: Francisco C. R. Fernandes, Jennifer K. Nielsen, Irapuan Rodrigues, Johnne Oliveira, Amanda Martins, Suzanne C. Paula, Eduardo P. Santiago, Marcelo De Cicco e Marco Mastria

Realizado no auditório do IP&D – Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento, o evento contou com integrantes do corpo docente da instituição, alunos de diversos cursos como física e engenharia que puderam acompanhar duas palestras sobre a iniciação e gestão de estações de monitoramento de meteoros bem como as diversas atividades realizadas pela Exoss.

PALESTRAS DO SEMINÁRIO

A primeira palestra intitulada “Implantação de uma estação de monitoramento de meteoros no Brasil – Desafios e Soluções” mostrou os primórdios dos estudos de meteoros realizados pelo mundo bem como as iniciativas brasileiras aos longos dos anos até as primeiras estações em um conceito de rede de monitoramento já no ano de 2013. Também mostrou como alguns desafios tecnológicos de nosso país foram contornados para a popularização de estações através de pesquisas em hardware e software para adaptação dos estudos no Brasil.

Associado Eduardo P. Santiago apresentando os desafios a serem superados pelas primeiras estações

A segunda palestra intitulada “ Implantação de uma rede de monitoramento de meteoros no Brasil: projeto cidadão-cientista Exoss” tratou da iniciativa da criação de uma rede com foco na parceria PRO-AM com o conceito CITIZEN SCIENCE (cidadão cientista), que até 2015 era uma terminologia pouco aplicada no meio acadêmico e amador na astronomia Brasileira e que em face dessa lacuna, a Exoss adotou como slogan. A popularização do conceito em todo o mundo veio com maior força em 2016 assim como também no Brasil, se disseminando tanto no meio amador como acadêmico.

Apresentada pelo coordenador da Exoss Marcelo De Cicco, também abordou os aspectos técnicos envolvidos nas análises dos dados para a produção de uma base de dados confiável para as futuras pesquisas no país.

Associado e Coordenador Marcelo De Cicco apresentando o projeto Exoss.

O Associado Marco Mastria realizou uma pequena introdução dos conceitos envolvidos no desenvolvimento tecnológico da ferramenta de gerenciamento dos dados da Exoss, composto pelo Banco de Dados e pela ferramenta on-line live.exoss.org no intervalo entre as palestras.

Associado Marco Mastria mostrando o funcionamento da ferramenta live.exoss.org

VISITA AS INSTALAÇÕES

Após a realização do seminário os membros do projeto Exoss e do Corpo Docente da instituição de ensino visitaram o observatório e a estação de meteoros que fora instalada no mês de janeiro de 2017. (detalhes aqui)

Os associados Exoss permaneceram até o início das atividades de atendimento ao público e comunidade durante a noite.

Espaço térreo do Observatório para atendimento ao público com galeria de imagens, vídeos e experimentos.
A estação dedicada conta com um hardware robusto para comportar até 3 câmeras e um bolsista de iniciação científica para manutenção diárias dos dados
Associado Johnne Oliveira ao lado do telescópio principal do observatório, um Meade LX200 12’ (305mm) ACF
A associada Amanda Martins realizou uma fotografia sem tripé de apoio (manualmente) mostrando como o local é apropriado para atividades astronômicas.

  

 A equipe Exoss agradece a toda equipe docente pelo carinho e hospitalidade recebida.

Edição: Eduardo P. Santiago

Imagens: Amanda MartinsJohnne OliveiraSuzanne C. de Paula, Denis Oshiro

 

Referências:

Exoss
UNIVAP

Comentários

Comentários

Powered by Facebook Comments

%d blogueiros gostam disto: