Registros da ISS feitos por estações de monitoramento de meteoros

Este post é parte do evento Semana Mundial do Espaço 2016. #WSW16Acompanhe as atividades da EXOSS através de nosso site live.exoss.org e em nossas mídias sociais.world-space-week-2016

Utilizando o principal recurso de monitoramento celeste, além de registrar meteoros ou bólidos, as câmeras das estações Exoss podem ser pré-configuradas para registrar outros eventos luminosos. Dentre tais eventos encontra-se o registro da passagem da ISS, Estação Espacial Internacional.

Eventos como os da passagem da ISS, é necessário que haja conhecimento sobre o horário de sua passagem, para que os softwares de capturas sejam configurados, e assim obtenhamos registros bem sucedidos.

Outro fenômeno que pode ser registrado é o Iridium flare. Esse fenômeno é resultado do aumento do brilho de um satélite, causado pelo reflexo da luz solar.

A seguir, apresentaremos registros realizados pelas nossas estações de São Paulo, que apesar das condições luminosas não favorecerem, ainda assim a sensibilidade das câmeras proporcionaram que os registros fossem feitos.

12987191_994865910598804_4257585924604505961_n

m20160403_082016_ars1p m20160404_083511_cdr2p m20160424_075829_cdr1p m20160424_082102_cdr_1p m20160716_004639_exp_2p

Edição: André Felipe

Imagens: Billy Dorsch

O projeto Exoss Ciência Cidadã é uma rede colaborativa com a participação de universidades e institutos de pesquisa no Brasil e no exterior, e com voluntários cidadãos como você, que também pode participar e ajudar a ciência brasileira.

Compartilhe esta notícia para seus amigos e ajude o projeto!

Comentários

Comentários

Powered by Facebook Comments

Gostou deste post? Ficaremos felizes com seu comentário