Registro histórico de meteoro Eta Aquarids em Campinas

eta aquarids campinas

Eta-Aquarideo fotografado sob a cúpula do Observatório Municipal de Campinas Jean Nicolini em 1984

Revirando o baú astronômico de registros observacionais do Observatório Municipal de Campinas Jean Nicolini, podemos contemplar esta bela imagem de um bólido de magnitude -4, fotografado durante a chuva de meteoros Eta Aquarids, no dia 05 de maio de 1984, que clareou todo o céu da região, com rastro persistente de vários segundos e com cor esverdeada.

Esta bela imagem foi registrada por Cesar Negreiros., que fazia parte da equipe de caçadores de meteoros nos anos de 1984 e 1985, quando se reuniam com binóculos e telescópio e passavam horas fazendo imagens, na epoca de câmera fotográfica com filme de 36 poses, sendo uma pose para cada 10 minutos, cerca de 6 fotos por hora.

A era digital facilitou e popularizou a astronomia como um todo, mas relembrar como eram os registros, sem celular, sem internet, é uma viagem no tempo! E que tempo! Ás vezes não se registrava nada, mas na manhã seguinte, ao realizarem as revelações no laboratório do OMC, às vezes os gritos emocionados, rompiam a expectativa de toda uma noite, com registros históricos como este acima.

meteoro campinasBólido fotografado no Observatório Municipal de Campinas Jean Nicolini

Ao se deparar com o negativo do filme com um bólido, a alegria e satisfação do trabalho observacional só aumentava e fomentava o prazer de viver a astronomia de forma poética, pois nenhum equipamento substitui o amor pela contemplação do céu e do universo a olho nú.
julio lobo nelson travik

Nelson Alberto Soares Travnik e Julio Lobo no Observatório Municipal de Campinas Jean Nicolini

E se hoje temos a internet para divulgar rapidamente tais registros em qualquer parte do mundo, naquela época, eram impressas as fotos em papel, para divulgação para os outros observatórios e jornais, o que levava mais tempo. Por vezes se via alguns registros deles publicados em revistas ou boletins informativos. Passado algumas semanas, o observatório recebia cartas dos apaixonados pela astronomia felicitando a equipe pelo trabalho feito com tanta dedicação e amor pela astronomia pura e simples.

estacao gamaJulio Lobo e Cesar Negeiros na estação Gama

Estes caçadores de meteoros fazem parte da história da astronomia observacional brasileira. E mesmo que a tecnologia tenha contribuido positivamente para os registros, uma coisa não mudou de lá pra cá: o amor pela astronomia!

Imagens: Julio Lobo

Comentários

Comentários

Powered by Facebook Comments

Gostou deste post? Ficaremos felizes com seu comentário