Reentrada de lixo espacial na costa da África após passar pelo Brasil

No dia 27 de outubro de 2018 havia previsão de reentrada no hemisfério sul, do lixo espacial KOREASAT 5A FALCON 9 R / B. A órbita deste objeto contemplava norte e nordeste do Brasil, sul do continente africano e a Austrália. O especialista em análise de detritos espaciais, Joseph Remis emitiu relatório atualizado com a área prevista conforme o mapa a seguir.

O canal L´Express recebeu registros em vídeo  dos habitantes da Ilha Rodrigues, na República da Maurícia, de um objeto brilhante cruzando o céu no dia 27 de outubro por volta das 20 horas horário local. O objeto também foi visto nas ilhas Reunião.

As redes sociais da região receberam diversos relatos do avistamento. Alguns diziam que era um “bólido”, um meteoro brilhante com a aparência de uma bola de fogo. Ainda outros é um pedaço da espaçonave Falcon que entrou na atmosfera

O Report Fireball recebeu 4 relatos que da região com a trajetória do evento.

O vídeo a seguir mostra o objeto fazendo sua reentrada sobre a região, o que demonstra que deve se tratar do lixo espacial previsto.

A SpaceX lançou o satélite de comunicações Koreasat-5A para a KT SAT da Coréia do Sul em 2017. O satélite KoreaSat-5A de três toneladas e meia (7,700 lb) foi construído pela Thales Alenia Space e é baseado na plataforma SpaceBus-4000B2. Equipado com trinta e seis transponders de banda Ku, o satélite suportará serviços de transmissão e internet na Coréia, Sudeste Asiático e Oriente Médio a partir de órbita geoestacionária em uma longitude de 113 graus leste. Espera-se que o Koreasat-5A opere por pelo menos quinze anos.

Com informações da Nasa SpaceFlight

Comentários

Comentários

Powered by Facebook Comments

Gostou deste post? Ficaremos felizes com seu comentário