Observação de NEOS – Near Earth Objects – Boletim abril 2018

A origem do Sistema Solar é atribuída a contração de uma nuvem gás e poeira.  A maior parte da massa dessa nuvem foi compactada no centro, formando o Sol, e em regiões específicas houve fragmentação da nuvem e esses fragmentos atraídos pela gravidade deu origem ao que conhecemos atualmente como planetas.

No entanto, para formar planetas, esses fragmentos devem possuir um limite de massa, caso, contrário a força da gravidade não compactaria em planetas, mas em objetos menores como, por exemplo, os asteróides do Cinturão Principal, cometas etc.

Esse material que não foi agregado fica a vagar pelo sistema solar, preso a gravidade do Sol ou orbitando planetas como é o caso dos anéis de Saturno.

Por meios de pesquisas e observações astronômicas foram detectados inúmeros objetos nas proximidades da Terra. Dentre os quais se destacam lixo espacial, assim como também, os objetos citados acima. Em resumos esses objetos são caracterizados por NEOs (Near Earth Objects – Objetos próximos da Terra) e NEAs (Near Earth Asteroids – Asteroides próximos da Terra).

Tais objetos possuem uma população relativa de corpos pequenos, que dispõem órbitas bastante próximas a da Terra que por vezes acabam por serem atraído pelo campo gravitacional e caem em solo terrestre. Esses impactos embora raros possuem um potencial destrutivo dependendo onde incidam. Eis a necessidade de estudá-los e monitorá-los constantemente, de modo a evitar danos à vida humana.

Estatísticas atuais sobre NEO’s Abril de 2018

  • NEO’s conhecidos: 18085 asteroides e 107 cometas;
  • NEO’s com uma chance diferente de zero de colisão: 740;
  • Número de NEO’s descobertos no mês passado: 149;
  • NEO’s descobertos desde janeiro de 2018:634.

Lista de aproximações da cercania da Terra – Abril/2018

Tabela 1. Aproximações da cercania da Terra Abril de 2018

Nome do Objeto Data da aproximação Dis. Min.

[UA]

Dis. Min

[LD]

Diâmetro estimado [M] Magnitude

Máxima

Velocidade Relativa[km/s]
2018HV  2018-Apr -22 0,001035 0,403 7,0 16,6 16
2018GE3 2018-Apr -15 0,001290 0,502 73,0 12,2 29,6
2018GR11 2018-Apr -23 0,001760 0,685 8 17,6 10
2008GY21 2018-Apr -10 0,002012 0,783 13 16,8 11,3
2018GY3 2018-Apr -10 0,002014 0,784 12 16,8 11.3
2018GD2 2018-Apr-12 0,002008 0,782 5 18,2 7,8
2018HW1 2018-Apr -21 0,002294 0,893 29,0 14,7 5
2018GN 2018-Apr -09 0,002875 1,119 24,0 16 21,1
2018HC1 2018-Apr -19 0,003153 1,227 19,0 16,1 15,5
2018GE2 2018-Apr -10 0,003615 1,407 16,0 17,3 6,2
2018HE2 2018-Apr -20 0,004286 1,668 11,0 18,3 7,5
2018GU1 2018-Apr -08 0,004370 1,701 58,0 14,6 15,3

Fonte: http://neo.ssa.esa.int/close-approaches

Edição: Maria Alice Nereu da Escola Agostinho Portela da estação SMS e membra do Clube de Astronomia Mochileiros da Galáxia

O projeto Exoss Ciência Cidadã é uma rede colaborativa com a participação de universidades e institutos de pesquisa no Brasil e no exterior, e com voluntários cidadãos como você, que também pode participar e ajudar a ciência brasileira.

Compartilhe esta notícia para seus amigos e ajude o projeto!

Comentários

Comentários

Powered by Facebook Comments

Gostou deste post? Ficaremos felizes com seu comentário