Dois bólidos registrados em menos de 2 horas por câmeras Exoss

Estações situadas no estado de São Paulo registraram dois eventos, ambos distintos não tem relação com a aguardada chuva de meteoros desta semana.

Um início de noite atípico, assim poderíamos descrever o dia 18 de Abril quando estações Exoss no estado de São Paulo e Rio de Janeiro registraram em um período curtíssimo, 1h15 minutos dois belíssimos bólidos.

Cada um com sua própria peculiaridade, o primeiro deles registrado pela câmera situada em São Sebastião Litoral Norte de São Paulo, do associado Eduardo Santiago, que filmou um bólido cor verde com tom azul e uma cauda amarelada, cruzou o céu da região sul do estado de São Paulo sobre o oceano, vindo a findar-se bem próximo ao continente.

Imagem de longa exposição com o meteoro registrado pela estação em São Sebastião/SP, câmera de alta definição EXOSSCAM HD é um projeto da Exoss desde 2015 e atualmente é a única a operar com 1920 x 1080 linhas (FULL HD) na América Latina sob infraestrutura padrão da rede.

Até o presente momento 10 relatos foram encaminhados para a ferramenta de relatos de meteoros, e neste link para acompanhar: http://exoss.imo.net/members/imo_view/event/2018/1436

O segundo meteoro fora registrado por 4 câmeras da rede Exoss, situadas no Rio de Janeiro (Observatório Nacional), São Paulo (Observatório de Campinas Jean Nicolini) e por duas outras câmeras nas cidades de Itu (Welton Jesus) e SP Capital (Richard Cardial).

Imagem longa exposição registrada pela estação do associado Observatório Municipal de Campinas-SP

O registro da estação GDM, do associado Richard Cardial foi mais próximo do meteoro conforme vídeo a seguir.

Até o presente momento 11 relatos foram encaminhados para a ferramenta de relatos de meteoros, clique neste link para acompanhar: http://exoss.imo.net/members/imo_view/event/2018/1435

Portanto a Exoss alerta que ambos os eventos não ocasionaram nenhum risco a população e solicita as eventuais testemunhas que acessem o link exoss.imo.net para relatarem, atentando ao horário específico bem como direção que presenciou o fenômeno uma vez que não é toda noite que temos dois bólidos e ainda em um curtíssimo espaço de tempo.

Mas e a chuva de meteoros?

A Exoss divulgou nesse link tudo que você precisa saber sobre este evento.

A ferramenta relato de meteoros está disponível no Brasil desde 2015 com tradução exclusiva da Exoss e é uma iniciativa da American Meteor Society e como parceira de divulgação mundial a International Meteor Organization.

Comentários

Comentários

Powered by Facebook Comments

Gostou deste post? Ficaremos felizes com seu comentário