Chuva de meteoros Delta Aquariids do Sul 2020

A chuva de meteoros South Delta Aquariids (SDA) ou Delta Aquarídeos do Sul é um chuveiro melhor visto a partir do hemisfério sul, pois seu radiante, ponto onde os meteoros parecem se originar, está localizado mais alto no céu trazendo assim mais intensidade ao hemisfério sul do que ao hemisfério norte.

Esta chuva é originada do cometa 96P/Machholz que foi descoberto em Maio de 1986 pelo astrônomo Donald Machholz. Ela acontece todo ano quando a Terra cruza com a órbita desse cometa encontrando detritos deixados por ele entre os dias 12 de julho a 23 de agosto, e tem o seu pico de atividade na madrugada do dia 29 de julho.

Outra característica dessa chuva é que ela pode produzir cerca de 25 meteoros por hora com uma velocidade estimada de 41 km por segundo. Observadores de áreas urbanas terão menos atividade, pois apenas os meteoros mais brilhantes serão visíveis a partir desses locais.

Taxas horárias são estimativas visualizadas em locais de céu escuro, longe de fontes de luz urbana.

DICAS PARA OBSERVAR A CHUVA DE METEOROS

A melhor forma de observar é procurar um local bem escuro e providenciar um conforto para si, se deitando e se agasalhando a partir das 22:00 horas da noite do dia 28 de julho.

A constelação de Aquário onde está localizado o radiante desta chuva, começa a surgir e ficar visível ao leste. A direção leste é onde nasce o sol, a nossa direita.

O melhor horário para observar é durante a madrugada do dia 29 de julho, bem nas primeiras horas do dia. Isso porque na madrugada, a constelação estará bem acima de nossas cabeças se olharmos para cima. Este ponto o qual olhamos é denominado o zênite.

Esse ano a lua vai estar na fase crescente, o que significa que ela estará refletindo mais brilho dificultando a observação a olho nu nas primeiras horas da madrugada. A observação fica melhor mais próximo do amanhecer já sem interferência lunar.

OUTRAS CHUVAS NO PERÍODO

Nesse mesmo período, a chuva de meteoros Alfa Capricornídeos também terá o auge de sua atividade dia 29. Ela ocorre todos os anos entre os dias 15 de julho a 1 de setembro e esse ano com o seu pico no mesmo dia que a Delta Aquariids, embora menos ativa, logo que ela produz apenas 5 meteoros por hora com uma velocidade de 25 km por segundo. Seu radiante está localizado na constelação de Capricórnio.

Para diferenciar uma chuva da outra basta se lembrar que enquanto as rochas da Delta Aquariids não produzem muitos “rastros” no céu, as da Alfa Capricornídeos formam “bolas de fogo” que deixam alguns clarões quando passam.

Para ver esta chuva em nossas capturas ao vivo acesse LIVE.EXOSS.ORG.

Texto por Amanda Vitória, David Souza e Gabrielly Oliveira – estação CEFET MG
Imagens: Exoss

Comentários

Comentários

Powered by Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *