Bólido registrado por estações Exoss no ES com reporte de testemunhas

Estações Exoss situadas no Espírito Santo registraram o meteoro com fragmentação sobre o céu de Minas Gerais

Meteoro triangulado por estações Exoss

O ano de 2017 mal começou e já podemos contar com o primeiro meteoro com múltiplas testemunhas de 2017. O evento ocorreu dia 09/01/207 às 21:41h e foi registrado por duas estações situadas nas cidades de Vitória e Colatina ambas no Estado do Espírito Santo dos associados Exoss Luciana Fontes e William Eugênio.

Como o meteoro foi pareado é possível através de cálculos de paralaxe obter dados mais precisos dos que os relatados na ferramenta bolido.exoss.org.

Evento contou com múltiplos relatos
Através de cálculo de paralaxe é possível obtenção de dados precisos do evento
Plotagem tridimensional do meteoro registrado e testemunhado dia 09/01

Inicialmente, as análises indicaram um meteoro com classificação Epsilon Columbids (IAU 098 ECO). Entretanto após cálculos mais precisos, com aplicação de critérios  de qualidade de dados, foi descartada a hipótese do bólido ser originado deste radiante, vindo a indicar ser do tipo esporádico. O meteoro registrado e analisado pela Exoss com a aplicação de critérios de qualidade teve a seguinte característica:

  • Radiante: Esporádico
  • Magnitude: -3.3
  • Velocidade mínima observada: 18km/s
  • Ângulo de entrada: 61º
  • Duração: 2,6 segs. (não foi registrado toda sua trajetória)
  • Distância percorrida: 48,2 km

Uma característica muito peculiar deste evento é que o mesmo apresentou fragmentação conforme relatos, embora não registrado pelas câmeras Exoss pelo fato de não terem registrado a trajetória final e Dark Flight, foi relatado na ferramenta fragmentação ao final de sua trajetória.

Observação de algumas testemunhas:

“Após 2/3 do intervalo de aparição surgiu o rastro de fragmentação, da mesma cor e intensidade de brilho do bólido. ”

“Rastro brilhante com uma fumaça atrás do brilho logo após parece que fragmentou e apagou e sumiu”

A Exoss recebeu em seu canal METEORZAP um áudio relatando a entrada deste meteoro, ouçam o relato.

 

Talles Gomes Santos é geógrafo e presenciou o meteoro no dia 09/01. Através da ferramenta reporte um bólido pode contribuir efetuando o seu relato; também contatou a Exoss através do canal MeteorZAP e chat online para tirar dúvidas quanto ao evento presenciado.

 

 

Referências:
Meteor Showers and their Parent Comets (Jenniskens, 2006)
Meteor Data Center (IAU)
Virtual Meteor Observatory data base (VMO)
http://www.ukmeteorwatch.co.uk/archive/stats

Edição: Eduardo Santiago

 

Comentários

Comentários

Powered by Facebook Comments

Qual sua opinião sobre este post? Deixe seu comentário.