Observação de NEOS – Near Earth Objects – Boletim maio 2018

Galileu teve a brilhante ideia de apontar a sua luneta para o céu e vislumbrou as magníficas as crateras, as montanhas e os vales da Lua, as luas de Júpiter e as fases de Vênus. Essas imagens mudaram nossa visão de nós mesmos no cosmos, desde aquela época percebemos que o nosso mundo, não é o único mundo.

As crianças no ensino fundamental já aprendem que existem outros planetas além do nosso (Mercúrio, Vênus, Marte, Júpiter, Saturno, Urano, Netuno). Elas aprendem também que esses planetas compõem o Sistema Solar, no entanto sabemos que existe muito mais coisa escondida por aí, um grande exemplo são os pequenos corpos do sistema solar: asteroides, cometas, meteoros.

Asteroides e cometas são, a grosso modo, restos da matéria prima da formação do Sistema Solar, sendo que existe um grande aglomerado deles entre as órbitas de Marte e Júpiter  uma região conhecida como Cinturão de Asteroides e após a órbita de Netuno mais um outro aglomerado de asteroides, o Cinturão de Kuiper.

Mas não precisamos ir tão longe para observamos esses pequenos corpos. Quando objetos que se encontram na Cinturão de Asteroides acaba recebendo um puxão gravitacional ele sai da sua orbita e na maioria das vezes estabelece uma órbita elíptica ao redor do Sol, as vezes essas orbitas acabam sendo bem próximas da orbita terrestre, assim, eles se estabelecem em nossa vizinhança e passam a ser chamados de NEO’s.

Durante esse mês de junho, o grupo de voluntários da Exoss tem realizado eventos de divulgação cientifica para promover o estudos desses pequenos corpos, ao participar do Projeto NEOShield – 2 através de palestras e exposições que inclui a participação do grupo nas comemorações do Asteroid Day 2018.

Os NEOs (Near Earth Objects – Objetos próximos da Terra) e NEAs (Near Earth Asteroids- Asteroides próximos da Terra) são objetos que constituem uma população de milhares de corpos relativamente pequenos que possuem orbitas próximas a da Terra e que as vezes podem oferecer um certo risco a vida no planeta.  A passagem de NEAs nas cercanias da Terra é mais frequente do que se imagina, um exemplo disso é que diariamente 5 (cinco) toneladas de rochas vindas do espaço atingem a atmosfera terrestre, mas somente 1 (uma) tonelada chega a atingir o solo.

 Em questão de elementos orbitais, NEO’s são asteroides e cometas com a distância de seu periélio menor que 1,3 UA (1 Unidade Astronômica = 15000000 km). Cometas Próximos da Terra (NECs sigla em inglês) estão exclusivamente restritos a cometas de período curto, ou seja, que demoram menos de 200 anos para completar uma volta ao redor do Sol. A grande maioria dos NEOs são asteroides, conhecidos como NEAs (Near Earth Asteroids). NEAs são divididos em grupos (Atira, Aten, Apollo e Amor) de acordo com a distância dos seus periélios (q), dos seus afélios (Q) e dos seus semi-eixos principais (a), podemos ver isso na Figura 1.

Figura 1. NEOs e suas classificações.

Fonte: https://cneos.jpl.nasa.gov/about/neo_groups.html

Estáticas atuais sobre NEO’s

Cerca de 4% da população de NEO’s conhecidos estão na lista de risco. Esse valor tem permanecido praticamente constante com o passar dos anos.

  • NEO’s conhecidos: 18 210 asteroides e 107 cometas;
  • NEO’s com uma chance diferente de zero de colisão: 741;
  • Número de NEO’s descobertos no mês passado: 125;
  • NEO’s descobertos desde janeiro de 2018: 754.

Lista de aproximações da cercania da Terra – Maio/2018

Aproximações da cercania da Terra maio de 2018

Nome do Objeto Data da aproximação Dis. Min.

[UA]

Dis. Min

[LD]

Diâmetro estimado [M] Magnitude

Máxima

Velocidade Relativa[km/s]
2018LA  2018-Jun-02 0,000039 0,015 3,0 6,6 17
2018KW1 2018-May-23 0,000996 0,388 5,0 16,7 7,3
2010WC9 2018-May-15 0,001357 0,528 82,0 10,7 12,8
2018KY2 2018-May-26 0,002004 0,780 18,0 16,1 12,2
2018KS 2018-May-22 0,005274 2,052 11,0 18,2 7,7
2018JP 2018-May-09 0,005336 2,077 14,0 16,8 7,4
2018LB 2018-Jun-01 0,005486 2,135 27,0 16,4 7,3
2016HP6 2018-May-13 0,005558 2,163 37,0 14,6 5,6
2018KD2 2018-May-19 0,005761 2,242 30,0 17,7 13,3
2018KF1 2018-May-21 0,005757 2,240 30,0 16,7 8,6
2018KT2 2018-May-23 0,006361 2,475 17,0 18 8,6
2018KU2 2018-May-21 0,008042 3,130 19,0 18 7,5

Fonte: http://neo.ssa.esa.int/close-approaches

Aproximações interessantes que ocorreram recentemente

Um asteroide foi detectado em junho algumas horas antes de entrar na atmosfera terrestre.

  • O asteroide 2018 LA, que possuía uma extensão entre 2 e 5 metros, foi colocado na lista de risco de colisão com dia marcado 2 de junho. Ele foi descoberto apenas oito horas antes da colisão.
  • 2010 WC9 é um asteroide com aproximadamente 80 metros de extensão, ele no meio de maio ele passou bem próximo do planeta Terra a mais ou menos 0,5 distâncias lunares, atingindo 11 de magnitude.

Referências

  1. Cinturão de Kuiper e Nuvem de Oort: Objetos Transnetunianos. UFMG – Observatório Astronômico Frei Rosário. Disponível em:< http://www.observatorio.ufmg.br/pas55.htm>. Acesso em: 08 de junho de 2018.
  2. Close Approaches. ESA-Space Situational Awareness. Disponível em:< http://neo.ssa.esa.int/close-approaches>. Acesso em: 06 de junho de 2018.
  3. NEOs Basic. CNEOS-Center for Near Earth Object Studies. Disponível em:< https://cneos.jpl.nasa.gov/about/neo_groups.html>. Acesso em: 06 de junho de 2018.
  4. Galileu Galilei. UOL Educação. Disponível em:< https://educacao.uol.com.br/biografias/galileu-galilei.htm>. Acesso em: 06 de junho de 2018.

Edição:  Guilherme Fernandes de Sena

Comentários

Comentários

Powered by Facebook Comments

Gostou deste post? Ficaremos felizes com seu comentário