Atividade da Chuva de Meteoros Puppids 2018

A chuva de meteoros  π Puppids é observada na constelação de Puppis (Popa), uma das maiores constelações do hemisfério Sul. A sua fronteira norte aproxima-se bastante da zona equatorial enquanto a sua fronteira sul aproxima-se já do Polo Sul. Provavelmente a melhor forma de localizar esta constelação será tomando como referência a constelação do Cão Maior onde se destaca Sirius, a estrela mais brilhante do céu noturno e a estrela Canopus da constelação Carina.

Associado ao cometa periódico 26P/Grigg-Skjellerunp a chuva de meteoros  π Puppids apresentará atividade máxima em 23 de abril e pode ser observado entre os dias 15 e 28 de abril. É uma chuva tipicamente exígua, cuja taxa horária zenital é variável, entre 0 e não ultrapassa os 40 meteoros, mesmo nos anos coincidentes com a passagem do cometa 26P/Grigg-Skjellerunp pelo periélio, que ocorre de cinco em cinco anos, e irregular, com longos intervalos  sem apresentar qualquer atividade.

O fenômeno dos pi Puppids, consiste numa chuva de meteoros cujo radiante está localizado próximo a estrela Pi Puppids na constelação da Popa, em torno da ascensão reta 110 graus e declinação – 45 graus torna-se mais visível para os observadores do sul.

 

A imagem acima é um mapa do céu para localizar o radiante da chuva de meteoros pi puppids, o mapa é válido para os dias 22, 23 e 24 de abril, a partir das 20:30. Primeiro, precisamos localizar a estrela Sirius da constelação Cão Maior, ela estará alto no céu ao oeste. A partir da estrela Sirius, outra estrela brilhante é a Canopus da constelação Carina entre o sul e sudoeste. Logo acima da estrela Canopus está o radiante da chuva de meteoros pi puppids. 

Fontes: ExossCalendário , IMO

Edição: Camila de Brito Ribeiro. Integrante do Clube de Astronomia Mochileiros da Galáxia – CAMG e  equipe da SMS Sobral Meteor Station.

Comentários

Comentários

Powered by Facebook Comments

Gostou deste post? Ficaremos felizes com seu comentário