Atividade da Chuva de Meteoros Leonids 2018

O mês de novembro é da chuva de meteoros Leonids – LEO (013 – IAU) localizada na constelação do Leão, tem sua atividade registrada entre os dias 05 a 30 de novembro, conforme a IMO. 

INFORMAÇÕES DE OBSERVAÇÃO

Sua máxima atividade ocorre entre os dias 17-18 de novembro. Recomenda-se fazer observações prolongadas pelo menos 5 dias antes e depois do máximo. Na animação abaixo é possível conhecer a órbita dos meteoros leonídeos, a partir de observações anteriores. Clique na animação para interagir.

A taxa horária zenital para a máxima atividade é de 5 a 15 meteoros por hora e a velocidade de entrada dos meteoros é de 71 km/s.  A chuva de meteoros Leonids é melhor observada no início da manhã devido a maior elevação do radiante. Este ano a lua em fase crescente gibosa e seu brilho não irá interferir na observação. A constelação de Leão – que dá nome a essa chuva de meteoros – será visível à Leste, sentido onde o Sol nasce, das 3h da madrugada até o amanhecer. Portanto, a constelação ficará no céu de meados da madrugada até o amanhecer. (Horário Brasileiro de Verão – UTC-2)

Para observar visualmente uma chuva de meteoros você precisa de paciência, se acomodar num local confortável, como uma cadeira reclinável ou de praia, evitar luzes e ficar olhando celular e concentrar o olhar para o zênite para que sua visão vá se adaptando ao escuro e assim seja mais agradável visualizar os meteoros.

Lembre-se que nossos visitantes estelares são extremamente rápidos e nem todos tem forte brilho. Por isso é tão importante o mínimo de poluição luminosa e sua adaptação à observação do céu noturno, pois estes fatores são preponderantes para o sucesso da obervação.

E quando observar um meteoro, não deixe de fazer seu relato no site da IMO em em exoss.imo.net

Apresentamos abaixo uma imagem ilustrativa da posição do radiante para o dia 17 e 18 de novembro no horário universal UT. Para os estados com horário de verão considerar -2 horas e para os estados sem horário de verão -3 horas.

                                                     Visibilidade global da chuva de meteoros Leonids em 2018

CORPO PARENTAL DOS LEONIDS

Representação artística da chuva Leonids em 1833

chuva de meteoros Leonids ocorre devido aos detritos deixados pelo cometa periódico 55P/Temple-Tuttle. Esse cometa foi descoberto por Ernst Tempel e Horace Parnell Tuttle em dezembro de 1865 e seu período orbital é de 33 anos. Sua última observação foi em março de 1997 e chegou na distância mais próxima ao Sol no fim de fevereiro de 1998. Por não ter sido muito brilhante, sua observação dependia de instrumentos.

Algumas explosões de atividade ocorrem a cada 33 anos, como foi observado em 1833, 1866, 1966 e 2001, produzindo chuvas muito intensas, gerando grande atenção ao redor do mundo. 

 

A ficha técnica com as principais informações sobre esta chuva estão na imagem a seguir.

E aproveitando o feriadão de 15 de novembro, convide seus amigos e familiares para observarem a chuva de meteoros a olho nú, seguindo nossas recomendações neste vídeo. Você pode também acompanhar online, pois a Exoss cederá imagens para a transmissão ao vivo no canal Universo da Astronomia.

Comentários

Comentários

Powered by Facebook Comments

Gostou deste post? Ficaremos felizes com seu comentário