Warning: session_start(): open(/tmp/sess_8c35589c56cc1f310b9b3c86f917e1af, O_RDWR) failed: Disk quota exceeded (122) in /home/exossorg/public_html/press/wp-content/plugins/accesspress-social-share/accesspress-social-share.php on line 126
Atividade da chuva de meteoros Geminids em 2016 | EXOSS Citizen Science Project

Atividade da chuva de meteoros Geminids em 2016

INTRODUÇÃO

A chuva de meteoros denominada como Geminids (nomenclatura IAU GEM) é o último dos grandes chuveiros do ano e o objeto celeste que lhe dá origem é o Phaeton.

HISTÓRICO

Historicamente não se tem notícias desta chuva antes do século 19. O astrônomo e matemático Quetelet foi o primeiro a fazer referências acerca de ocorrências de bólidos em 12 de dezembro de 1830. Somente, porém, em 1901, observações sistemáticas forma realizadas por Dole, em Massachusetts, foi se concretizando melhor entendimento sobre o radiante Geminidas. Assim escreveu Dole: “…depois das Perseidas em agosto, parece que as Geminidas podem ser a chuva mais consistente“.
2013-geminid-meteors-limber-colorado
Imagens das Geminids em 2013 por Cody Lamber
ATIVIDADE DA CHUVA PARA O ANO DE 2016

A chuva de meteoros Geminidas, considerada um das melhores do ano por apresentar altas taxas horárias e meteoros brilhantes, ocorrerá durante o período entre 07 e 17 de dezembro com o seu pico observação máximo aproximadamente na noite de 13 para 14 de dezembro.

A taxa zenital horária é aproximadamente de 120 a 130 meteoros. Essa chuva apresenta algumas peculiaridades como uma distância perielica baixa q=0.14 e excentricidade alta, e=0.89, com periodo orbital de 1,43 anos.
Seus meteoros são mais lentos que o usual, apresentando uma velocidade de entrada de 35 km/seg (velocidade geocêntrica). Análises espectroscópicas desse chuveiro sugerem uma origem cometária de seus detritos, o que poderia indicar que o corpo parental do chuveiro seja originado de um cometa extinto.

Em 2016, o pico chega em plena Lua cheia, propiciando condições ruins de observação. No Hemisfério Sul, recomendamos que o observador esteja mais atento a partir das duas da manhã.

COMO LOCALIZAR O RADIANTE E A CONSTELAÇÃO?

Acompanhando a imagem acima, que apresenta o céu do dia 14 de dezembro após a meia noite do Horário Brasileiro de Verão, temos as seguintes condições;

  1. É muito importante conhecer sua posição, de início você precisa direcionar-se ao leste;
  2. Elevando seu olhar você encontrará logo acima uma estrela brilhante, de magnitude -1,46, chamada Sirius, da constelação Cão Maior;
  3. Observando a sua esquerda você encontrará as famosas três Marias (da esquerda para direita), Mintaka, Alnilam e Alnitak, da constelação Órion.
  4. As duas setas que partem das três Marias levam até próximo ao horizonte nas estrelas Castor e Pollux da constelação Gêmeos. O radiante está localizando ao lado esquerdo da estrela Castor.
    .

Fonte: IMO, 2014, shower book

Edição: Diego de Bastiani

Comentários

Comentários

Powered by Facebook Comments

Gostou deste post? Ficaremos felizes com seu comentário


Warning: Unknown: open(/tmp/sess_8c35589c56cc1f310b9b3c86f917e1af, O_RDWR) failed: Disk quota exceeded (122) in Unknown on line 0

Warning: Unknown: Failed to write session data (files). Please verify that the current setting of session.save_path is correct (/tmp) in Unknown on line 0