Atividade da Chuva de Meteoros Camelopardalids 2018

Umas das chuvas de meteoros que os habitantes do hemisfério norte podem observar nesse mês de outubro é a Camelopardalids. Ela leva este nome em razão da constelação Camelopardalis, ou “Constelação da Girafa”, como é conhecida em português.

Constelação da Girafa

Esta chuva foi descoberta em 2005 devido a uma hiperatividade registrada por câmeras de vídeos. Ela tem a sua atividade entre os dias 5 a 9 desse mês, com pico no dia 6. Para quem quiser observá-la, o jeito mais fácil de encontrá-la no céu é olhar entre as constelações da Ursa Menor e da Ursa Maior.

Como essa chuva está muito perto do pólo norte, ela é observada por quem está no hemisfério norte terrestre. A fonte da chuva de meteoros é possivelmente do Cometa 209P/LINEAR, ainda em estudos, e a taxa máxima de meteoros é de cinco meteoros por hora com uma velocidade aproximada de 47km/s.

Fonte: Calendário IMOExoss e AMS   

Edição: Júlia Umada – Clube de Astronomia “Duília de Mello”- Escola GAPPE com a supervisão de Rafael Stevans da estação CDM 

Comentários

Comentários

Powered by Facebook Comments

Gostou deste post? Ficaremos felizes com seu comentário